Saturday, May 30, 2009




A espera de um toque, alguém que compreenda
Um olhar, um sorriso
Poucas palavras que dizem muitas coisas
Algo mais sutil e delicado
A espera de atenção, de conforto
Incompreendida e esquecida
Apenas pensando em qual foi o passo errado
Se é que houve algum
Todos merecemos sofrer
Não diria sofrer, mas pagar por o que fazemos em algum momento
Devemos sangrar
Sangrar para sermos poetas
Sina maldita dos solitários e pensantes
A espera de outros braços para repor todo conforto perdido
E um dia nunca tido
Falsa ilusão de que as coisas podem durar
Quando suspeitar de alguém, acredite!
Normalmente os instintos não falham
Mas fomos feitos para errar
Presos num ciclo vicioso
Não vemos quem está próximo
De braços abertos apenas esperando
Esperando um toque, que compreendamos
Um olhar, um sorriso
Poucas palavras sutis e delicadas
Esperando a atenção e o conforto que tanto procuramos

2 comments:

Sayuri Asakawa said...

Identificação total,absoluta e completamente com o texto~
estamos esperando amiga~...

Archer said...

Não espere apenas, pense que este momento chegará! pense positivamente e com amor que esta pessoa chegará pois quando menos esperar ela estará ao seu lado, ou então, ela já estava, apenas você que não reparou por esperar tanto! Mas imagine com toda a força do pensamento e com amor! Lhe garanto que ajudará e muito!