Monday, May 18, 2009


De mês em mês, um post
De mês em mês, uma loucura
A cada segundo mais cansada
A cada momento surtando mais.
Aos poucos, faço o que consigo,
Faço o que posso para o que tenho que fazer.
Esforço-me ao máximo para o que quero.
Esgoto-me até a última gota,
Até a última força.
Mas tento ver que há um lado bom.
Já não falta muito para minha crucificação,
Para o último suspiro e o alívio final.
Agrada-me a idéia de apenas olhar para frente,
Sem as preocupações que me afligem.
Agrada-me a idéia de sorrir por sorrir,
E não por nervoso ou ansiedade.
Agrada-me a idéia de estar livre,
De deixar de me preocupar.
Sigo aos poucos, esperando pelo fim,
O fim de algo que suga minhas energias,
O fim de algo que espero contemplar no final.
Que toda dor e cansaço de agora
Mostrem ter valido a pena em algum momento.
Em um pálido amanhecer de inverno.

2 comments:

Entre Amigos said...

Realmente,vc passou por maus bocados esses dias^^ Adorei o texto~

Kojiro Shibuya said...

não vou falar sobre o que pensei sobre o texto mas vou dizer o seguinte: deu para sentir , de modo muito forte, o que você escreveu, como se fosse possível ouvir você declamar essas palavras. ficou muito intenso

saudads

bjos X*