Wednesday, November 15, 2006


Mais um dia como todos os outros
Sentimentos confusos
Nunca se sabe o que é a verdade
Tudo parece surreal
O mundo é uma miragem
Algo visto de longe
Sem se saber ao certo o que é
Mentes perturbadas
Rítmo acelerado
O mundo não pára
Não tem pena
E ao mesmo tempo conforta
O que se fazer se tudo é névoa?
Se tudo é escuro?
Se o certo parece errado?
Se a vida parece injusta?
Perguntas incessantes
Infinitas indagações sem respostas
Perseguições
Atrações
Repulsão
Inveja
Cobiça
Amor
Saudade
O sentimento mais puro
Tudo se esvai em um piscar de olhos
Ninguém entende?
Não é verdade!
Um ser,
Em algum lugar,
Escondido de todos,
Dentro de seu íntimo escuro e sombrio,
Pode entender

O que é esse sentimento?
Esse vazio interior?
Essa solidão que conforta?
Isso é algo incompreensível
Porém, sentido constantemente
É algo muito maior
Que não se pode explicar apenas com palavras
É um sentimento único
Que poucos podem entender
Eos que pensam que entendem, muitas vezes estão enganados
POis apenas quem já sentiu coisa parecida pode descrevê-lo
E nem assim com perfeição
Muitas vezes faltam pequenos detalhes...
Sentimentos escondidos
Torturas interiores
Amores não correspondidos
Amores perdidos pelo tempo
Amores perdidos pela distância
Amores perdidos pelo coração
Pessoas se vão e ficamos cada vez mais sozinhos
Mais solitários por dentro
Mesmo que encontremos pessoas novas para nos confortar
(sem data - 2006)

1 comment:

Cavaleiro da Esperança said...

Não estas sozinha.
Estarei sempre ao teu lado minha donzela.
Estou tão confuso quanto vossa alteza, mas isso jamais irá fazer esquecer-me de meus afazeres para com os outros e principalmente com a senhorita.
Sabes muito bem que não estou aqui apenas para protege-lá, mas tembém para guia-lá, aconselha-lá e principalmente conforta-lá.
Não tenho direito de contar-lhe meus sentimentos, mas espero que um dia eles sejam dignos e suficientes para você; minha querida.
Não digo que te amo, pois estaria mentindo. Não sou dono da verdade e muito menos conheço meu futuro, mas espero que um dia possa dizer tais palavras. Então por enquanto contento-me com: Te adoro do fundo do meu coração, significas muito para mim.
Agradeço a atenção.
E meus comprimentos.